Você já comprou ou vendeu alguma coisa na Black Friday? A data importada dos EUA começou a acontecer no Brasil em 2010 e, desde então, se consolidou como uma data muito importante para vendas. A força que a ação ganhou aqui é surpreendente, e a empresa que deixa a data passar perde muitas oportunidades!

Nos Estados Unidos, a Black Friday acontece há décadas na última sexta-feira de novembro, um dia após o Dia de Ação de Graças deles. São ações coletivas com descontos agressivos, que em 2017 cai no dia 24/11.

Olha só alguns números da Black Friday de 2016 no Brasil, segundo dados da Ebit:

• R$1,9 bilhão faturados pelo e-commerce durante o evento;

• Aumento de 17% na comparação com 2015;

• Tíquete médio foi de R$653, 13% maior do que em 2015.

Compra online Black Friday

Black Friday nos negócios locais

Ainda que a sua empresa não possua e-commerce, não é motivo para deixar a data de lado. Afinal, os números acima são animadores, não acha? Mas é importante se planejar para que a ação realmente seja efetiva, com atenção a algumas dicas:

1. Ofereça descontos reais e realmente vantajosos

Você já deve ter ouvido falar isso em toda Black Friday: que várias empresas cobram a “metade do dobro do preço”. Isso é péssimo, pois o cliente vê que está sendo enganado e sua empresa perde credibilidade. Por isso, não tente enganar ninguém, dê descontos incríveis para que suas vendas sejam um sucesso!

2. Faça um atendimento de excelência

O bom atendimento ao cliente deve ser sempre a prioridade do seu negócio. Este aspecto é super importante para o bom crescimento de uma empresa. E em datas especiais, como a Black Friday, há muita concorrência, por isso a atenção aos clientes deve dobrar.

Se sua empresa já tem um tempo de atuação, é provável que você tenha uma cartela razoável de clientes. Que tal conceder a eles um desconto ainda melhor do que aquele que será oferecido ao público em geral? Esse mega desconto pode ser dado para as pessoas que compram com frequência de você. Por exemplo, se você vai dar 50% de desconto para o público geral, ofereça 60 ou até mesmo 70% para aqueles que já confiam em você, para aqueles que já foram ou são seus clientes.

3. Prepare o estoque ou mão de obra

Com os números que coloquei ali em cima, deu pra ter uma noção de quanto dinheiro a Black Friday pode movimentar. Se sua empresa for do setor de comércio, você precisa preparar o estoque para uma demanda mais alta. Para empresas de serviço, a procura também pode aumentar e sua marca precisará de mais gente para atender os clientes.

4. Invista em mídia paga

Pode ser com publicidade tradicional (banners, outdoors, TV, rádio) ou, melhor ainda, em marketing digital. Utilize Facebook e Instagram Ads e Google AdWords para promover a ação com um público segmentado, que realmente tenha interesse na sua marca.

5. Crie expectativa

No começo do mês de novembro as pessoas já passam a buscar ofertas da Black Friday, então por que não começar a divulgação antes da data? Anuncie o que estará em oferta para já criar o desejo de compra em clientes potenciais!

 

E você, já fez ações de Black Friday na sua empresa? Já está fazendo algo para 2017? Ainda dá tempo, basta seguir as dicas acima!

Deixe uma resposta